Total de visualizações de página

terça-feira, 27 de março de 2012

Três Augustos.

Fu Xi ou Fu Hsi (chinês tradicional: 伏羲; Pinyin: fúxī), também conhecido como Paoxi (chinês simplificado: 庖牺; chinês tradicional: 庖犧; Pinyin: páoxī), 2800 a.C., foi o primeiro dos Três Augustos (三皇 sānhuáng) da China antiga. Ele é considerado um herói mitológico da cultura, atribuindo-se-lhe a invenção da escrita (também atribuída a Cangjie), pescaria e caça.

Shennong ou Shen Nong (chinês tradicional: 神農, chinês simplificado: 神农, pinyin: Shénnóng, Wade-GilesShen-nung ou Shen Nung), foi um personagem da mitologia chinesa, provavelmente um imperador chinês que viveu há cinco mil anos. Devido ao parentesco com o Imperador Amarelo, Shennong é considerado um dos patriarcas da China e um dos antepassados da Etnia han. Shennong é considerado o pai da agricultura chinesa ou das ervas. Em alguns textos é citado como pai da terapia oriental. Era chamado de "o divíno fazendeiro" e ficou conhecido como o "imperador dos cinco grãos". Cultivou centenas de ervas para testar seu valor comoplanta medicinal.
Huang Di (黃帝) (pinyin: huángdì) é conhecido no ocidente como o Imperador Amarelo. É um dos Cinco Imperadores, reis lendários sábios e moralmente perfeitos que teriam governado a Chinaapós o período de milênios regido pelos também lendários Três Augustos ou Três Soberanos. 
Os Clássicos do Imperador Amarelo: Além de uma concepção sobre a patologia humana suas causas e tratamentos contêm prescrições sobre a vida e “adaptação” do ser humano de acordo com o sexo e faixas de idade distinguindo diferentes ciclos: sazonais (5 estações), ciclos circadianos (Yin/Yang) e ciclos infra e ultradianos (“a grande circulação da energia” que obedece aos cinco elementos e o ciclo vital) que delimitam a relação dos órgãos internos com as fases do dia ou períodos comuns da vida humana envolvendo o nascimentomaturação sexual e envelhecimento.

Mitologia Chinesa.

mitologia chinesa é o conjunto de históriaslendas e ritos passados de geração para geração de forma oral ou escrita. Há diversos temas na mitologia chinesa, incluindo mitos envolvendo a fundação da cultura chinesa e do Estado chinês. Como em muitasmitologias, acredita-se que ela seja uma forma de rememoração de fatos passados.

O que é mitologia?


O termo mitologia pode referir-se tanto ao estudo de mitos, ou a um conjunto de mitos. Por exemplo, mitologia comprada é o estudo das conexões entre os mitos de diferentes culturas, ao passo que mitologia grega é o conjunto de mitos originários da Grécia Antiga. O termo "mito" é frequentemente utilizado coloquialmente para se referir a uma história falsa, mas o uso acadêmico do termo não denota geralmente um julgamento quanto à verdade ou falsidade.No estudo de folclore, um mito é uma narrativa sagrada que explica como o mundo e a humanidade veio a ser da forma que é atualmente.Muitos estudiosos em outros campos usar o termo "mito" de forma um pouco diferente. Em um sentido muito amplo, a palavra pode se referir a qualquer história tradicional.Os mitos são, geralmente, histórias baseadas em tradições e lendas feitas para explicar o universo, a criação do mundo, fenômenos naturais e qualquer outra coisa a que explicações simples não são atribuíveis. Mas nem todos os mitos têm esse propósito explicativo. Em comum, a maioria dos mitos envolvem uma força sobrenatural ou uma divindade, mas alguns são apenas lendas passadas oralmente de geração em geração.

O que é mito?


Um mito (do grego antigo μυθος, translit. "mithós") é uma narrativa de caráter simbólico, relacionada a uma dada cultura. O mito procura explicar a realidade, os fenômenos naturais, as origens do Mundo e do Homem por meio de deuses, semi-deuses e heróis. Ao mito está associado o rito. O rito é o modo de se pôr em ação o mito na vida do homem - em cerimônias, danças, orações e sacrifícios.

"I will remember you,


just because you are my life now. All about me is you."